Ess ê carta pa nha mãe

Ma el ê ca escrito ê ca contado

Carta fruto de nha vida

Vida de tormento

Vida maçado

M’ crê bai ma m’ ca podê

Nha vida ê preso num mar de espinho

Cada fidjo co sê sina

Nha sina ê forte, nha sina ê triste

 

Mamãe perdoam nha ausência

Ca ê ingratidão m’ tem sodade

Mamãe ca tem fortuna tem tristeza

M’ tem vontade de bai nha berço

Guardam nha conte na bô regaço

M’ tenê frio, frio tcheu

 

28/05/2021
Category: morna