TOM : Eb

A mim di criança

Ês negam’ direito di existi

Na nha adolescença

M’ ca tive direito d’instrui

Na nha madureza

Ês cris robam’ direito de sobrevivê

Ó Deus o que ê que há de ser de nha bidjiça

Ao menos garantim’ um residénça

Na casinha branca

Cònd um’ parti pa êss banda abόxe

 

 

Fόrte de corrê mundo estafόd e contente

Destino mericido d’um emigrante

Cantiga de rόtcha djá ca ê de morada

Tόnte trofegá sem tocam’ nada

 

Fazem’ um czinha de justiça

Dam’ um raizim de sol tambê (Deus perdoam’)

M’’ ta cansόd de tόnt injustiça

Já m’ ca sabê lê

Já m’ ca sabê escrevê

 

09/07/2024